VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

CRIMES BRUTAIS QUE CHOCARAM O MUNDO EM 2013, VEJA OS CASOS MAIS MACABROS

Assassinatos de recém-nascidos, ataques com ácido, roubos de órgãos, agressões cruéis, estupros e crimes “de honra” são alguns dos crimes mais macabros e horripilantes de 2013.

Bebês, crianças, jovens e mulheres foram alvo dos crimes mais perversos e cruéis, que chocaram o Brasil e o mundo e despertaram a indignação de milhares de pessoas.

Veja alguns dos principais casos nas imagens a seguir:
Menino chinês de seis anos teve olhos arrancados em ataque

Um menino de apenas seis anos foi brutalmente atacado e teve os olhos arrancados por uma mulher na Província de Shanxi, no norte da China, em 24 de agosto.

A criança foi levada ao Hospital de Olhos de Shanxi, onde médicos conseguiram reimplantar os olhos (encontrados na cena do crime), mas disseram que ele ficará cego pelo resto da vida.

Veja a história completa

A polícia chinesa está oferecendo uma recompensa de US$ 16 mil (R$ 37,9 mil) para quem fornecer informações sobre uma mulher suspeita de ter arrancado os olhos de um menino de seis anos no último sábado (24), na Província de Shanxi, no norte do país.

De acordo com a agência de notícias chinesa Xinhua, a mulher teria levado o menino para um local descampado, onde o atacou.

Ele foi encontrado pelos pais várias horas depois sem os olhos, que foram recuperados pela polícia na cena do crime.

Os médicos do Hospital de Olhos de Shanxi conseguiram reimplantar os olhos do garoto, mas disseram que ele ficará cego pelo resto da vida.

A princípio, a polícia havia informado que as córneas haviam removidas, o que foi retificado horas mais tarde.

As autoridades acrescentaram que não estão investigando a hipótese de que a mulher esteja envolvida em uma rede de tráfico de órgãos.

O menino contou à sua mãe que, antes de atacá-lo, a mulher lhe perguntou se alguém em sua casa jogava Mahjong, um jogo de mesa de origem chinesa.

Os pais dos meninos são camponeses e dizem não ter ideia de quem possa ter atacado seu filho.
Um bebê recém-nascido foi resgatado por bombeiros de dentro de um cano de esgoto ligado a uma privada, no dia 25 de maio.

A criança, que consegui sobreviver, foi encontrada após moradores de um edifício na cidade de Jinhua, na Província chinesa de Zheijang, ouvirem seu choro e chamarem o resgate.

A mãe do bebê, uma chinesa de 22 anos, contou à polícia que tudo não passou de um acidente. Ela afirmou que deu à luz de maneira inesperada quando foi ao banheiro, e a criança caiu no vaso
Uma indiana de 24 anos foi estuprada “sem piedade” pelos cunhados pouco após a cerimônia de casamento e durante vários meses seguintes, até conseguir fugir da casa do marido. A jovem foi obrigada a se casar para restaurar a “honra” do noivo, depois que a primeira mulher dele fugiu com o irmão da vítima.

“Eu concordei [com o casamento] porque sabia que haveria um grande derramamento de sangue na vila, caso eu me recusasse a casar com ele”, disse a jovem à polícia
Jennifer Mills-Westley foi brutalmente assassinada pelo búlgaro Deyan Deyanov, dentro de um supermercado. A senhora de 60 anos morreu decapitada, após receber uma série de facadas em 20 de fevereiro deste ano.

Um casal de turistas britânicos, que visitava as Ilhas Canárias, testemunhou o crime. Eles descreveram Deyanov, no momento em que atacava Jennifer, como um ser “imundo, selvagem e [que] não possuía mais uma aparência humana”
Amanda Hutton (à esq.) é acusada de deixar o filho morrer de fome e esconder o corpo da criança durante dois anos. O garotinho foi mumificado. O crime teria sido uma forma de castigar Hamzah Khan (à dir.) porque ele era “malcriado” e “violento”.

O menino morreu em 2009, mas o caso voltou a chocar a Inglaterra no final de setembro, quando a mãe começou a ser julgada. Ela se diz inocente e afirma que o filho se recusava a comer. Ele “se matou de fome”, disse Amanda à policiais
Duas britânicas de 18 anos, professoras voluntárias em uma creche cristã, foram atacadas com ácido na ilha de Zanzibar, na Tanzânia. A maior parte das queimaduras foram no rosto e nas mãos das jovens. Segundo membros da família, os ferimentos eram “absolutamente horríveis (…) além do imaginável”.
Uma história de violência de uma mãe contra o próprio filho chocou e comoveu a China no mês de julho. O bebê, de apenas oito meses de idade, levou 90 tesouradas, a maior parte delas no rosto, por ter mordido o seio da mãe enquanto mamava.
A criança conseguiu sobreviver aos graves ferimentos após ser encontrada, em uma poça de sangue, por um tio e levada ao hospital
No início do mês de maio, Geoffrey Portway confessou que tinha planos de estuprar, matar e comer o corpo de crianças em um calabouço construído no porão de sua casa, no Estado americano de Massachusetts.
O porão estava equipado com uma gaiola de aço, um caixão infantil artesanal, bisturis, freezers e ferramentas que seriam usadas para castração. Portway também usava os chats para enviar e receber pornografia infantil e imagens de crianças mutiladas, feridas ou mortas
O norte-americano Derek Medina se apresentou à polícia de Miami, em agosto, afirmando que havia assassinado sua mulher e postado uma foto do corpo no Facebook.

A imagem é forte e mostra Jennifer Alfonso inclinada para trás, com os joelhos dobrados, e o rosto e o braço cobertos de sangue. O post macabro surpreendeu amigos da vítima e do próprio assassino

Após ser hospitalizada em Punjab, na Índia, a menina Gurkiren Kaur Loyal, de oito anos, morreu ter um liquido não identificado injetado em seu corpo, no dia 2 de abril.

A surpresa maior ocorreu após o cadáver ser levado de volta à Inglaterra: patologistas de Birmingham afirmam que todos os órgãos da menina estavam faltando, com exceção dos olhos
Imagens de um jovem cego e com problemas mentais, que foi acorrentado a uma gruta na Província de Henan pelo próprio pai, circularam nas redes sociais e chocaram milhares de pessoas no final do mês de agosto, na China.

Cheng Xiangtao vive sujo de terra e sem roupas, após ser abandonado pelo pai, que o visita três vezes ao dia apenas para lhe dar comida e água.
Tara Quigley, de 28 anos, foi atacada com ácido por um homem desconhecido na porta de sua casa, em Romford, em Londres, no dia 30 de abril.

A própria jovem divulgou uma imagem de seu rosto desfigurado e fez um apelo para a população da cidade: “Ele é um covarde. Por favor, ligue para a polícia se souber de qualquer coisa [que possa ajudar a encontrá-lo]”
Amanda Catherine Hein, de 26 anos, foi acusada de asfixiar e matar seu filho logo após dar à luz no banheiro do Starters Pub, um bar na Pensilvânia. Ela e alguns amigos estavam assistindo à uma luta, quando Amanda começou a reclamar de dores e foi ao banheiro, onde permaneceu por cerca de 40 minutos.

O crime, que aconteceu no dia 18 de agosto, foi descoberto após todos os clientes se retirarem do bar, quando funcionários da limpeza encontram o corpo do recém-nascido dentro de um saco de lixo enfiado no tanque do vaso sanitário.
Dois jovens foram brutalmente assassinados no distrito indiano de Rohtak, no dia 18 de setembro, em mais um caso de “crime de honra”. O casal havia fugido da aldeia onde moravam, mas retornaram após serem enganados com a promessa de que poderiam ficar juntos.

Nidhi Barak, de 20 anos, e seu namorado, Dharmender Barak, de 23 anos, foram torturados durante várias horas na casa da jovem. Em seguida, ela foi espancada até a morte em público. Barak também foi agredido e teve seus braços e pernas quebrados, antes de ser decapitado. Seu corpo teria sido jogado perto da casa de sua família, em uma praça pública da vila
Após passarem anos presas, acorrentadas e sofrendo diversos abusos em Cleveland, nos Estados Unidos, três mulheres foram resgatadas em maio deste ano do cativeiro onde foram aprisionadas por Ariel Castro, de 52 anos.

As vítimas são: Amanda Berry, de 27 anos, desaparecida desde 2003; Gina DeJesus, de 23, que sumira em 2004; e Michelle Knight, de 32, que havia desaparecido em 2002.

O caso chocou o mundo, mas também trouxe esperança para muitas famílias de pessoas desaparecidas. Ariel foi encontrado enforcado na prisão.
Rebecca Shuttleworth espancou o filho de dois anos até a morte, após meses de maus-tratos. A mãe submeteu o pequeno Keanu Williams a uma série de abusos e deixou que o menino morresse antes de chamar o serviço de emergência.

O crime aconteceu em 2011, mas Rebecca só foi julgada e considerada culpada pela morte da criança em junho deste ano
Também em agosto deste ano, foi divulgada a história de Dong Hai, um chinês vive trancado há 30 anos em um cubículo de pedra, construído por seus próprios pais. Ele foi preso aos 16 anos, quando começou a apresentar sinais de problemas mentais, e sua família não pôde pagar o tratamento médico.

Desde então, ele não saiu do local ou teve qualquer contato físico com outras pessoas, nem mesmo com seus pais, que apenas o observam pelas grades do abrigo
Um adolescente de 17 anos da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, ofereceu, em fevereiro deste ano, 5.000 dólares a dois amigos, o equivalente a R$ 9.900, para que eles matassem seus avós, que eram “muito rígidos”.

Clayton Watts (à esq.), junto com mais dois amigos, esperou o casal de idosos chegar em casa. Eles encurralaram Jimmie Paul, avó de Clayton, e a mataram com três tiros no peito.

As autoridades disseram que os adolescentes também planejavam matar o avô do jovem, mas ele foi trabalhar no galpão e não entrou na casa junto com a mulher. Alguns minutos mais tarde, o idoso encontrou o corpo de sua esposa e ligou para a polícia.
Imagens chocantes, divulgadas pela rede de televisão estatal chinesa CCTV no dia 18 de julho, mostram um professor agredindo uma de suas alunas diante dos outros estudantes que estavam na sala de aula.

Primeiro, o homem chuta a mesa em que o menino estava sentado, o levanta puxando pelo colarinho e depois o empurra, fazendo o aluno se sentar novamente. Em seguida, ele se volta para a menina e a obriga a sair da sala. No corredor, ele chuta e a empurra a aluna contra a parede, até que ela desmaia.
No dia 19 de agosto, autoridades judiciais da Costa Rica informaram a detenção de um homem suspeito de matar sua ex-mulher e depois enviar as fotos a sua irmã por meio de um telefone celular.

A mulher, de sobrenome Obando, de 27 anos, morreu asfixiada na casa de seu ex-namorado, que depois tirou as fotografias e as enviou por telefone celular a sua irmã junto com uma mensagem na qual supostamente confessava sua responsabilidade
No dia 29 de junho, uma bebê recém-nascida foi encontrada enterrada viva por trabalhadores que ouviram seu choro na floresta de Mandleshwar, na Índia.

A menina, que sangrava intensamente pelo nariz e pela boca, foi levada às pressas a um hospital local, mas morreu no dia seguinte em decorrência dos ferimentos.
Um jovem de 14 anos foi brutalmente agredido por um grupo de homens no dia 2 de março, em Newton Heath, distrito de North Manchester, na Inglaterra. A polícia divulgou imagens do crime de uma câmera instalada próxima ao local.

No vídeo, o garoto e alguns amigos aparecem conversando do lado de fora uma loja quando o grupo de homens se aproxima, em três carros, e começa a agredir os garotos. Eles então se dispersam para fugir dos agressores, mas são perseguidos pelas ruas.

O jovem da imagem acima, que não teve seu nome divulgado, foi alcançado pelo grupo e espancado com socos e chutes.
Uma gangue chinesa, com mais de 300 pessoas suspeitas de envolvimento em diversos crimes, foi detida no final do mês de setembro. A polícia resgatou 92 crianças e duas mulheres que foram sequestradas e seriam vendidas pelo grupo.
Uma menina de quatro anos foi estuprada na área de lazer de uma lanchonete no distrito do Queens, em Nova York. Após ouvir o relato da filha, a mãe tentou perseguir o suspeito reconhecido pela criança, mas ele conseguiu escapar.

Fontes policiais disseram que o pedófilo se aproximou da menina, no dia 6 de agosto, dentro de um castelo de brinquedo, que ficava do lado de fora da lanchonete. Ele teria seguido a vítima até um dos tubos da atração e a obrigado a ter relações sexuais com ele.

A polícia conseguiu imagens do suspeito por meio das gravações de câmeras de vigilância. Ele teria entre 18 e 30 anos, vestia uma camisa roxa de manga curta e calça jeans no momento do ataque
Imagens da morte de Jonathan Jacob, de 26 anos, provocaram uma comoção na Bélgica, no final de fevereiro. O jovem foi agredido e morto em uma pequena cela de uma delegacia, após ser esmagado pelo peso de vários policiais.

O fisiculturista dependente de anfetaminas havia ficado sem a droga e pediu a uma viatura que passava pela rua que o levasse. No entanto, ao chegar a um centro psiquiátrico, o jovem ficou muito agitado e acabou provocando ferimentos em um policial.

Seis militares com capacetes, cassetetes e escudos lançaram uma bomba de efeito moral na pequena cela, se jogaram sobre Jacob e o esmagaram com seu peso durante dois minutos para colocar as algemas no jovem. Segundos depois, o jovem parou de se mexer e um médico constatou que seu coração havia parado de bater.
Um morador de Miami, na Flórida, foi preso depois que esfaqueou a mulher, de 71 anos, até a morte, após ela ter se recusado a fritar um hambúrguer para ele.

Bartolo Gelsomino, um imigrante siciliano foi flagrado em casa pela polícia com a camisa toda manchada de sangue. As autoridades foram chamadas pelo filho do casal que encontrou a mãe, Ana Gelsomino, morta no chão da cozinha
Natisha Hillard foi acusada, em maio deste ano, de vender sua filha, de apenas 18 meses de idade, para um homem que iria usá-la na produção de pornografia infantil.

De acordo com documentos policiais, a mãe vendeu a criança para Christopher Bour, por uma quantia não revelada de dinheiro. O FBI começou a investigar Bour após receber a denúncia de uma massagista alertando os policiais que o acusado estava enviando mensagens de texto para ela sobre suas intenções de abusar sexualmente da criança.

AUTOR: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

VEJA TAMBÉM Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!