VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

10 FOTOS QUE CHOCARAM O MUNDO, E AS HISTÓRIAS POR TRÁS DELAS

Fotos que chocaram o mundo e as histórias por tras delas, confira...

Uma frase famosa retrataria bem as fotos que você verá a seguir "Uma imagem vale mais que mil palavras".

A maioria retrata situações onde a maldade e a ganância fizeram suas vítimas inocentes, e outras retratam a força devastadora da mãe natureza.

Em qualquer destas situações é fácil enxergar a tristeza e o sofrimento retratados através destas fotos.
Confira abaixo:
Carol Guzy (Refugiados de Kosovo)

Carol Guzy, a primeira mulher a receber um Prêmio Pulitzer por fotografia de notícias local. Ela recebeu seu mais recente Pulitzer em 2000 por suas fotografias tocantes de refugiados de Kosovo.
A imagem retrata Agim Shala, um garoto de 2 anos de idade, que é passado através de uma cerca feita com arame farpado para sua família. Os milhares de refugiados de Kosovo foram reunidos e acamparam em Kukes, Albânia.
Carolyn Cole (Guerra Sob os Pés )
Carolyn tirou esta foto assustadora durante sua missão na Libéria, que mostra os efeitos devastadores da Guerra Civil da Libéria. As cápsulas de bala cobrem a rua inteiramente em Monrovia. A capital da Libéria foi a pior região afetada, porque foi a cena de combate intenso entre os soldados do governo e forças rebeldes.
Neil Ulevich (Massacre da Tailândia)
Neal Ulevich venceu o Prêmio Pulitzer de 1977, por uma série de fotografias de desordem e brutalidade nas ruas de Bangkok, Tailândia. O Massacre da Universidade Thammasat ocorreu em 6 de outubro de 1976. E foi um violento ataque aos estudantes que manifestavam contra Field Marshall Thanom.

Este foi um ditador que estava planejando voltar para Tailândia. O retorno do ditador militar do exílio provocou protestos muito violentos. Os manifestantes e estudantes foram espancados, mutilados, levaram tiros, enforcados e queimados até a morte.
Patrick Farrell (Após a Tempestade)
O fotógrafo Patrick capturou as imagens angustiantes das vítimas do Haiti em 2008. Farrell documentou a tragédia haitiana com impressionantes fotografias em preto e branco. O tema de “Após a Tempestade” é um garoto que está tentando salvar um carrinho de criança após a tempestade tropical Hanna que atingiu Haiti.
Oded Balilty (O Poder de Um)
Em 2006, as autoridades israelenses ordenaram a evacuação de postos avançados ilegais, como Amona. Oded, um fotógrafo israelense da Associated Press, estava presente quando a evacuação degenerou em confrontos violentos e sem precedentes, entre colonos e policiais. A imagem mostra uma mulher corajosa a se rebelar contra as autoridades.
Steve Ludlum (World Trade Center 11/9)
O poder das fotos de Steve é surpreendente, e a descrição feita por ele tende a diluir o impacto. As conseqüências da segunda aeronave colidindo no WTC de Nova York foram devastadoras. Bolas de fogo irromperam e fumaça subia dos arranha-céus antecipando o colapso das torres e monstruosas nuvens de poeira.
Arko Datta (Após o Tsunami)
Uma das fotos mais representativas e marcantes do rescaldo do tsunami no Oceano Índico. Ela foi feita pelo fotógrafo de Reuters, Arko Datta, em Tamil Nadu. Ele venceu o concurso World Press Photo de 2004.

“After the Tsunami” ilustra uma mulher indiana na areia com seus braços estendidos, lamentando um membro da família morto. Seu parente foi morto por um dos maiores e mais mortais desastres naturais já vistos, o tsunami do Oceano Índico.
Pablo Bartholomew (Tragédia de Gás Bhopal 1984)
Pablo é um aclamado foto jornalista indiano que capturou a tragédia do gás Bhopal pela sua lente. Já se passaram 30 anos desde a pior catástrofe industrial da Índia que feriu 558.125 pessoas, e matou 15.000.

Devido as normas de segurança e procedimentos de manutenção terem sido ignorados na Union Carbide India Limited, UCIL, a planta pesticida em Bhopal, resultou em um vazamento de gás metila isocianato, e outros produtos químicos, provocaram um desastre enorme, de consequências ambientais e humanas.

O fotógrafo Pablo correu para documentar a catástrofe, e presenciou a cena de um homem que estava enterrando uma criança.
Deanne Fitzmaurice (Operation Lion Heart)
Deanne venceu o Prêmio Pulitzer em 2005, pelo ensaio fotográfico “Operation Lion Heart”. É a história de um garoto iraquiano de 9 anos de idade que foi gravemente ferido por uma explosão.
Isto durante um dos mais violentos conflitos da história moderna, a Guerra do Iraque. O garoto foi trazido para um hospital em Oakland, Califórnia, onde ele teve que passar por dezenas de cirurgias de vida e morte.
Frank Fourier (Tragédia de Omayra Sanchez)
Frank capturou a imagem trágica de Omayra presa na lama entre os edifícios desmoronados. A erupção do vulcão Nevado del Ruiz na Colômbia em 1985 provocou um deslizamento. E devastou cidades, matando 25.000 pessoas.

Após 3 dias de luta, Omayra morreu por hipotermia e gangrena. Sua morte trágica acentuou a falha dos funcionários para responder rapidamente e salvar as vítimas do pior desastre natural da Colômbia.

Frank tirou esta foto pouco antes de Omayra morrer. Sua morte agonizante foi seguida ao vivo na TV por centenas de milhões de pessoas ao redor do mundo, e iniciou uma grande polêmica.

AUTOR: MULHERES COM ESTILO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!