VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O CASO DAS MÁSCARAS DE CHUMBO - POSSÍVEL ENVOLVIMENTO ALIENÍGENA

O dia 20 de agosto de 1966 marca uma data de mortes e mistério em Niterói, Rio de Janeiro.


Jorge da Costa Alves (18), subiu o Morro do Vintém para soltar pipa e encontrou dois homens mortos, aterrorizado, voltou para sua casa e, em poucos minutos, já estavam no local o corpo de bombeiros, policiais, perícias e imprensa. 

Os dois corpos estavam próximos um do outro e já cheiravam mal. Vestiam ternos e estavam deitados de costas, ligeiramente encobertos pelo mato. 

Sobre os corpos, capas impermeáveis sem nenhum sinal visível de violência, nem no local, nem nos corpos. Ao lado, uma garrafa de água mineral vazia e um pacote com duas pequenas toalhas e no rosto dos cadáveres máscaras de chumbo. 

Além das máscaras de chumbo foram encontrados indícios que complicavam ainda mais as circunstâncias. 

Uma agenda com sinais e números ao estilo de mensagens cifradas. Bilhetes, entre os quais um que dizia: "16:30 estar no local determinado. 18:30 ingerir cápsulas, após efeito proteger metais aguardar sinal máscara". 

O que deixa a situação mais assustadora é o fato que na noite em que os homens morreram dia 17 de agosto de 1966, uma quarta-feira, várias testemunhas telefonaram para a polícia para informar que viram um disco voador no alto do Morro do Vintém.
Para reforçar este mistério, os rapazes viviam tentando contatos com seres extraterrestres, ou coisas de outro mundo, disto não se tem dúvidas. 

Eram dados a práticas místicas, faziam experiências estranhas e perigosas. Uma delas foi realizada na praia de Atafona, perto de Campos. 

Os dois falecidos mais outros dois companheiros de nomes Élcio Gomes e Valdir, provocaram um fenômeno que resultou numa tremenda explosão. 

Várias casas das redondezas ficaram ligeiramente danificadas e, durante algum tempo, não se falava em outra coisa na região. Surgiu até uma história de que um disco voador teria caído na praia.

Durante a autópsia não foi constatado nenhum ferimento e uma investigação de substancias tóxicas nos órgãos internos foi impossível. O caso continua um mistério até hoje.

AUTOR: INSANIDADES HUMANAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!