VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

sábado, 14 de maio de 2016

OS 7 FILMES MAIS PERTURBADORES QUE JÁ FORAM FEITOS

Filmes blockbusters nunca sairão de moda porque funcionam como uma válvula de escape, que nos injeta aquela dose necessária de alienação para fugirmos um pouco de nossa dura realidade. Mas há momentos nos quais não estamos com vontade de rir loucamente ou receber um bombardeio de efeitos especiais.

São neles que vamos à caça de filmes que fogem do apelo popular, algo que pode ser muito perigoso, principalmente se você é do tipo que se choca fácil. Cenas violentas, excessivamente verdadeiras, situações insanas e atos perturbadores são alguns dos ingredientes preferidos dos filmes mais chocantes da história. Segure-se na cadeira!

1. 120 Dias de Sodoma (Salò, 120 Days of Sodom, 1975)
O filme de Pasolini lidera quase todas as listas de filmes mais chocantes, e aqui não é diferente. A visão do diretor da obra de Marquês de Sade foi basicamente banida em todos os países. Motivos não faltam para ser considerado o longa mais perturbador do cinema.

Durante o filme existem cenas em que as vítimas são apresentadas às suas refeições: pratos cheios de fezes humanas; ou ainda as diversas cenas explícitas de estupros, olhos sendo arrancados, línguas sendo cortadas, etc. É uma verdadeira orgia sangrenta. Apesar de tudo, o filme é uma crítica direta ao regime Fascista, ao abuso de poder e à desigualdade. Mais do que uma tortura psicológica, é um verdadeiro manifesto político.

2. Terror sem Limites (A Serbian Film, 2010)
Sádico, esse filme é uma expressão exata da mente de um psicopata pervertido. Terrivelmente chocante, ultrapassa o limite do suportável com cenas que fazem fechar os olhos de quem assista. Prepare-se para o susto de sua vida com a cena de estupro de um bebê. Isso mesmo, um bebê. Repugnante! Ainda tem o final surpreendente com revelações bombásticas.

3. Nekromantik (1987)
Conhecido como o “filme erótico para necrófilos”, Nekromantik é nojento em todos os sentidos. Rob e sua esposa Betty passam o tempo brincando com cadáveres. Adoram um threesome, no qual a atração principal é um desconhecido em decomposição. Para o hall de cenas indesejáveis, entra aquela em que Betty desenrola uma camisinha num cabo de metal e atrela ao seu mais novo amigo para começar a diversão. Tensão ao cubo!

4. Pink Flamingos (1972)
A mais famosa drag queen do século XX e a mais incrível e louca, diga-se de passagem Divine, não ganhou esse título à toa. Protagonizando bizarrices com o seu personagem, Harris Glenn Milstead se juntou ao cineasta John Waters para diversos filmes malucos e carregados de humor negro.

Pink Flamingos é um deles. Tem de tudo: mãe e filho praticando sexo oral, Divine se alimentando de fezes, nudez bem focada, sexo entre um casal e uma galinha, entre outras coisas. Definitivamente, não é um filme aconselhável para assistir após o jantar ou para assistir de jeito nenhum.

5. Irreversível (Irréversible, 2002)
O filme francês do diretor Gaspar Noé é considerado chocante por duas razões: a cena de estupro, uma das mais angustiantes do cinema, e a morte do estuprador, na qual a câmera capta tudo num ângulo fechado, próximo. Gaspar faz uso de closes, câmeras que giram de cima pra baixo, dando a sensação de alucinação e provocando ânsia no espectador.

6. Mistérios da Carne (Mysterious Skin, 2004)
O único da lista que aborda pedofilia diretamente. Apesar do assunto desconfortável e pesado, o filme é um tanto lúdico, principalmente pelas memórias de um dos personagens principais, o qual acha que foi abduzido por ETs, quando na verdade sofreu abuso sexual.

O outro, Neil, vivido por Joseph Gordon-Levitt, tornou-se garoto de programa e lembra-se muito bem o que aconteceu quando criança. O choque vem porque a trama mostra os traumas gerados pela pedofilia nas duas crianças, além de algumas cenas fortes, como a que Neil é estuprado com violência por um de seus clientes.

7. A Pele que Habito (2011)
Famoso por ser um filme de terror sem sustos e gritos, e de fato é, A Pele que Habito dá nós na garganta do inicio ao fim. Angustiante, o primeiro suspense de Almodóvar acerta em cheio ao deixar no ar o que realmente está acontecendo, liberando as respostas aos poucos até chegar ao seu impactante final. 

Aviso aos que ainda não se aventuraram nessa história tensa: algumas cenas ficarão pra sempre na sua mente. Enjoos e calafrios devem ser esperados.

AUTOR: FATOS DESCONHECIDOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!