VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

8 FILMES QUE FORAM CENSURADOS NO BRASIL

A censura existe no Brasil desde o início do período colonial. Por exemplo, a coroa portuguesa possuía uma listagem de obras que não poderia circular em seus território incluindo todas as suas colônias. Foram proibidas de circular principalmente obras de teor iluminista ou que criticassem a Igreja Católica e a monarquia absolutista instituída em Portugal.

Da mesma maneira, existem muitos filmes e documentários que não circularam no Brasil nas últimas décadas. Isso não só no Brasil mas em diversos países e em alguns casos, no mundo todo. Questões políticas, religiosas e étnicas são alguns dos principais fatores que levaram à censura dessas obras cinematográficas. Conheça:

Muito além do cidadão Kane
Em 1993, o Channel Four, uma TV estatal do reino unido, produziu o documentário Muito Além do Cidadão Kane, que fala sobre a Rede Globo e todas as ações sombrias que ocorreram durante o Regime Militar no Brasil e até o início dos anos 90. O documentário foi proibido no Brasil desde 1994, quando uma ação judicial foi movida por Roberto Marinho. 

Atualmente existem poucas cópias em circulação no Brasil, além de versões piratas circulando pela internet. O filme conta com a participação de alguns artistas, políticos, e especialistas como Luiz Inácio Lula da Silva, Chico Buarque, Leonel Brizola e Washington Olivetto. O documentário nunca esteve no circuito de cinemas brasileiros e a exibição que ocorreria no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, foi proibida pelo então presidente da República, Itamar Franco.

A Serbian Film – Terror sem Limites
Exibido em julho de 2011 no VII Festival de Cinema Fantástico de Porto Alegre, o filme foi selecionado também para o Festival de Cinema Fantástico do Rio de Janeiro, no mesmo mês, na Caixa Cultural. Foi retirado da programação por ordem da Caixa Econômica Federal, patrocinadora do festival, o que gerou notas de repúdio tanto da organização do festival quanto da Associação Brasileira de Críticos de Cinema.

Com o veto à exibição na Caixa Cultural, os organizadores do RioFan programaram uma sessão no Cine Odeon, no mesmo dia que havia sido marcado para a exibição no festival. Na véspera, porém, o filme foi apreendido por ordem da juíza Katerine Jatahy Nygaard, da 1ª Vara da Infância e da Juventude do Rio de Janeiro, atendendo a uma ação ajuizada pelo diretório regional do DEM. O filme conta a história de um ator pornô que está no fim da carreira e que concorda em participar de um filme com muita “arte”, mas é levado a fazer cenas exploratórias com abuso infantil e necrofilia. Em julho de 2012 o filme foi liberado para exibição.

A entrevista
O filme recebeu atenção por seu retrato negativo de Kim Jong-un. Em junho de 2014, ameaças de ações terroristas contra os Estados Unidos foram feitas se o seus distribuidores, Columbia e Sony Pictures, fossem adiante com o lançamento do filme. Em 17 de dezembro de 2014, depois de uma série de grandes cadeias norte-americanas de cinema retirarem o filme dos lançamentos por segurança, a Sony cancelou o lançamento nos cinemas nos Estados Unidos e afirmou que “não tinha mais planos de lançar o filme”. No entanto, a Sony anunciou em 23 de dezembro de 2014 que a entrevista vai estrearia em um lançamento limitado em cinemas selecionados de todo o planeta em 25 de dezembro.

Laranja Mecânica
O filme foi censurado por empregar imagens violentas e perturbadoras que estão relacionadas à psiquiatria, delinquência juvenil, gangues de jovens e outros assuntos sociais, políticos e econômicos. Apesar da natureza controversa do filme, Laranja Mecânica foi um sucesso com o público, arrecadando mais de 26 milhões de dólares em um orçamento conservador de US$ 2,2 milhões, e foi criticamente bem recebido e nomeado para vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Filme (perdendo para Operação França). Ele também impulsionou as vendas da Nona Sinfonia de Beethoven. Mais recentemente, Laranja Mecânica ganhou uma classificação de 89% na Rotten Tomatoes.

Holocausto Canibal
Cannibal Holocaust é um filme apelativo conhecido pela controvérsia e polêmica que causou logo após sua estreia. Depois de estrear na Itália, o filme foi apreendido por um magistrado local, e Ruggero Deodato foi preso por acusações de obscenidade. Mais tarde ele foi acusado de ter feito um filme snuff, devido aos rumores que afirmavam que certos atores foram realmente mortos. Apesar de Deodato ter sido posteriormente inocentado dessas acusações, o filme foi proibido em vários outros países devido à sua representação gráfica de gore, violência sexual e a inclusão de seis mortes reais de animais.

Rio, 40 graus
É considerada a obra inspiradora do cinema novo, movimento estético e cultural que pretendia mostrar a realidade brasileira. O filme foi censurado pelos militares, que o consideraram uma grande mentira. Segundo o censor e chefe de polícia da época, “a média da temperatura do Rio nunca passou dos 39,6°C”.

O grande ditador
Foi lançado em 15 de outubro de 1940 e satiriza o nazismo, o fascismo e seus maiores propagadores, Adolf Hitler e Benito Mussolini. Foi o primeiro filme falado de Chaplin também. Adenóide Hynkel e Benzino Napaloni são paródias a Adolf Hitler e Benito Mussolini, respectivamente. O nome de Napaloni é também uma vaga referência a Napoleão Bonaparte. A terra de Osterlich referencia a Áustria, cujo nome em alemão é Österreich. Paulette Goddard, que faz a personagem Hannah, era esposa de Chaplin. No momento em que o Barbeiro Judeu faz a barba do careca e faz toda aquela coreografia toca a 5ª dança húngara de Brahms.O filme foi censurado no Brasil pelas críticas aos regimes ditatoriais.

À Meia-Noite Levarei Sua Alma
À Meia-Noite Levarei Sua Alma foi primeiro filme em que apareceu o personagem Zé do Caixão. O cruel e sádico coveiro Zé do Caixão, temido e odiado pelos moradores de uma cidadezinha do interior está obcecado em conseguir gerar o filho perfeito, aquele que possa dar continuidade ao seu sangue. A sua mulher não consegue engravidar e ele acredita que a namorada do seu melhor amigo é a mulher ideal que procura. Violada por Zé do Caixão, a moça quer cometer suicídio para regressar do mundo dos mortos e levar a alma daquele que a violou. O filme foi censurado pela ditadura pelos aspectos violentos.

AUTOR: FATOS DESCONHECIDOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

VEJA TAMBÉM Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!