VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

quarta-feira, 8 de março de 2017

7 FORMAS MAIS INSANAS QUE AS PESSOAS UTILIZARAM PARA SE VINGAR

Algumas pessoas dizem que a melhor vingança é se mostrar superior. Talvez seja até verdade, mas existe outra coisa que realmente ajuda na situação: uma ótima vingança bem planejada!

A vingança está em nosso sangue e na nossa natureza. É o reflexo natural quando alguém nos machuca ou causa algum mal. Para algumas pessoas, esperar a justiça por meio da lei pode ser suficiente, mas planejar ações com as próprias mãos pode provocar um alívio e tanto para mutia gente.

Para entender melhor, basta conhecer esses casos de quem colocou muita criatividade e dedicação na hora de se vingar das formais mais brutais.

1 – Vingança de Katie
Katie Collman tinha apenas dez anos de idade quando desapareceu por cinco dias. Depois de buscas incessantes por parte da família e das autoridades, a menina foi encontrada morta. O acusado de sequestrá-la, Anthony Ray Stockelman, foi parar na cadeia acusado de molestar Katie e matá-la. A história poderia acabar aí, mas um primo da vítima, que também estava na cadeia, decidiu tomar uma decisão.

Jared Harris estava detido na mesma prisão que Stockelman e quis fazer justiça com as próprias mãos. Aproveitando um momento de desatenção dos guardas, encurralou Stockelman e lhe deu duas opções: morrer ou ser tatuado. Prezando pela própria vida, o homem escolheu a segunda opção. Por causa disso as palavras “Katie’s Revenge” (ou Vingança de Katie, em inglês) ficaram marcadas em sua testa, para que todos, para sempre, soubessem que ele matou uma criança.

2 – Espera de 12 anos
Alam Khan tinha apenas 12 anos de idade quando viu seu pai ser assassinado diante de seus olhos por Mohammad Rais, que até então era visto como um amigo da família. Como era apenas uma criança, Khan não podia fazer nada, ainda que tivesse sentimentos de vingança, então apenas pôde guardar isso no coração pelos próximos 12 anos.

Finalmente, quando chegou as 24 anos, ele atraiu Mohammad para sua casa, fingindo que precisava de ajuda para um conserto. No local, embebedou o homem e colocou música num volume muito alto, para que os vizinhos não ouvissem o que estava por vir. Depois de esfaquear o Mohammad várias vezes, Khan pegou um serrote e um martelo para cortar a vítima em 12 pedaços. Segundo relatos para a polícia, ele não sentiu remorsos e cortou uma parte para cada ano que precisou esperar.

3 – Olho por olho
O conceito de justiça de olho por olho é um dos mais antigos do mundo e é levado a sério por muita gente, incluindo um homem do Azerbaijão pai de um filho de oito anos de idade passou pelo horror de ser violentado sexualmente. O garoto foi atraído por um estranho que o agrediu o estuprou dentro de um caminho. Quando um estranho viu a situação, o menino achou que estava salvo, mas na verdade o desconhecido queria participar do ato.

Sabendo disso tudo, o pai do garoto convocou várias pessoas, que o ajudaram a ir atrás do responsável. Ao invés de entre´ga-lo para a polícia ou buscar a justiça, o homem tomou as mesmas atitudes, partindo para a violência e o estupro. O episódio foi registrando em vídeo e compartilhado na internet, para que todo o país tivesse conhecimento do que ele fez.

4 – Caixa de correios lixo
Shigeta Miura era um pequeno garoto que sofria com bullying e provocações de amigos durante a infância em Tóquio. Sem tomar providências, o japonês guardou ressentimento por 30 anos, quando decidiu realizar a sua vingança. Aos 40 anos de idade, Miura encheu envelopes com folhas podres, sujeira e roupas de baixo sujas e usadas. 

As correspondências eram enviadas para os garotos que o atacavam quando criança. O hábito continuou por 14 meses, tempo suficiente para que ele enviasse mais de 500 correspondências cheias de lixo e sujeira.

5 – Guerra do xerife Buford Pusser
Em 1966, o xerife Buford Pusser respondeu a um chamado policial e foi atingido com um tiro, porém conseguiu revidar e matou a responsável pelo disparo. No entanto, a mulher não era uma criminosa qualquer, e sim a esposa de Carl Douglas White, um chefe do crime local. Ao matá-la, o xerife colocou um alvo em sua própria cabeça.

No ano seguinte, White conseguiu a sua vingança quando forjou um chamado criminoso, atraiu Pusser e conseguiu matar sua mulher com um elaborado plano. Quando Pusser se recuperou, no entanto, revelou aos amigos próximos que iria fazer justiça. Ninguém sabe ao certo o que aconteceu nos anos seguintes, mas de uma lista de cinco nomes que Pusser conseguiu levantar, todos apareceram mortos nos cinco anos seguintes, incluindo o chefe do crime, White.

6 – Plano para a prisão
O filho de Joel Jones tinha 14 anos de idade quando foi baleado nas costas e morreu. O responsável foi capturado pela polícia e colocado na prisão, mas Joel nunca superou a perda do filho. Pensando numa forma de se vingar, ele traçou um plano para ir para a cadeia e violentou sexualmente uma mulher, depois de ameaçá-la com uma faca. 

Durante o crime e perante a corte, ele declarou que era a única forma de ir parar na cadeia. Joel Jone realmente foi preso, mas nunca conseguiu se vingar do homem que matou o seu filho.

7 – Vingança profissional
A chinesa Zhang Yufen era casada com um oficial militar quando o relacionamento começou a desabar. O homem passou a gastar noites fora de casa e se encontrar com outras mulheres e decidiu por um fim a tudo. 

Quando ela comentou com as amigas, descobriu que o mesmo estava acontecendo com muita gente conhecida, inclusiva com a filha de uma amiga que acabou se matando por isso. Revoltada, ela tomou uma atitude que foi transformada em negócio.

A Aliança Contra Amantes foi um criada para que mulheres traídas tenham ajuda com vinganças. Zhang Yufen lidera um serviço que ajuda mulheres a encontrar maridos infiéis e suas amantes para provocar humilhações públicas. Ela recebe cerca de 100 ligações por cima e frequentemente protagoniza cenas de agressão a outras mulheres no meio da rua, tudo em nome do serviço de vingança.

Dá pra acreditar nesses planos elaborados só para ver a tragédia na vida dos inimigos? Qual história você achou mais bizarra?

AUTOR: Listverse, The Sun
IMAGENS: Ugandans at Heart, Listverse

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

VEJA TAMBÉM Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!