VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

domingo, 6 de agosto de 2017

CONHEÇA 7 CULTOS REAIS E INSANOS

“Felizes aqueles que creem sem ter visto” diz Jesus Cristo, no Evangelho de João. De fato, acreditar em algo maior do que nossos olhos, mãos e sentidos são capazes, é uma qualidade de pessoas de fé. Para irmos em busca dos nossos sonhos, para irmos em frente e aceitar às adversidades da vida, é preciso ter fé em alguma coisa, “qualquer coisa” disse o escritor Caio Fernando Abreu, pois “não há nada mais autodestrutivo do que insistir [na vida] sem fé alguma”. 

Não que seja necessário cultuar seres divinos, o ser humano precisa ter uma base consistente que o faça prosseguir, mesmo que a ciência ou o lucro seja a sustentação de suas crenças.

O fato é que precisamos acreditar em alguma coisa. Qualquer coisa. Para darmos significado à existência. Algumas pessoas conservam um tipo de fé um tanto quanto dúbia. Acreditam, mas não tem certeza. Outros levam à fé às últimas consequências e proclamam-se líderes de seitas perigosas que mais fizeram bem do que mal aos seus seguidores.

Portanto aqui vai uma lista de 7 seitas bizarras, mas totalmente reais, e as consequência de suas pregações para os fieis:

1 – A Igreja dos Sinais de Deus
Mais de 5000 membros seguem as ideias e as manifestações da Igreja dos Sinais de Deus. Há algumas sedes no Canadá, mas a maioria se encontram no sul dos Estados Unidos.

Baseados na história bíblica de cobras são seres demoníacos, os “manejadores de cobra” da seita, lançam as serpentes venenosas para o ar, passam ela sobre o seu corpo e o de outros fieis e não acreditam em tratamentos médicos, pois esperam que Deus irá curá-los do veneno da cobra.

Muitos “manejadores de cobra” da seita já foram severamente machucados ou morreram durante o culto.

2 – Os irmãos
“The Brethren” ou “Os irmãos” é um grupo religioso que vive ao redor da ideia do fim do mundo. Para tanto, eles devem eliminar de suas vidas todo apego material e todo tipo de prazer para purificarem suas almas.

Eles não acreditam em banhos, tratamentos médicos e vivem apenas do que encontram nas lixeiras. O fanatismo da seita chega ao ponto de proibirem danças e também risadas. Eles também são proibidos de falarem com membros da família ou qualquer pessoa que não esteja dentro da seita.

Dentro do grupo, mulheres e homens também não podem conversar entre si. Isso até Jesus voltar. Então vai ser um longo tempo sem sorrisos e alegrias para essa seita.

3 – O Movimento de Restauração dos Dez Mandamentos
Joseph Kibweteere fundou a seita O Movimento de Restauração dos Dez Mandamentos em Uganda, após ele afirmar ter visto uma visão da Virgem Maria. Os membros do culto acreditavam no fim do mundo e na previsão de seus líderes que os forçaram a doar todos os seus bens, uma vez que o apocalipse iria acontecer no dia 1 de janeiro de 2000.

Como o mundo não acabou, os integrantes da seita exigiram seus bens de volta, mas foram massacrados pelos seus líderes.

Segundo matéria publicada pela Folha de São Paulo, a polícia ugandense desenterrou mais de 155 corpos no terreno da seita, além das 500 pessoas que foram à óbito com o incêndio provocado na igreja.

4 – O Ramo Davidiano
“The Branch Dadidans” conhecido em português como “O Ramo Davidiano” foi uma seita criado de uma divisão de um grupo dos Adventistas Davidianos do Sétimo Dia, que começou dentro da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Os membros do Ramo Davidiano acreditavam no retorno de Jesus Cristo, no apocalipse, e que todos aqueles que estavam de fora do grupo era inimigos diretos de Deus. Um dos membros, chamado de David Koresh, alegava ser um mensageiro de Deus, mas posteriormente ele disse ser o próprio messias, e muitos abusos aconteceram sobre sua autoridade.

Uma investigação policial foi enviada para averiguar o local e a situação dos membros. Em 19 de abril de 1993, um incêndio destruiu o templo matando 80 membros da seita, incluindo 22 crianças, na cidade de Waco, Texas.

Até hoje não se sabe se o incêndio foi acidental ou se foi provocado para ser um suicídio coletivo do grupo de fanáticos.

5 – Ordem do Templo Solar
Também chamada de Ordre Du Temple Solaire. Fundada por Joseph di Mambro e Luc Jouret em 1984.

Os pensamentos difundidos pela seita era a segunda vinda de Jesus, que tinha a missão de unir o Cristianismo e o Islamismo. Além disso, os membros dessa seita praticavam o ocultismo e acreditavam que os Cavaleiros Templários ainda estavam operando.

O fanatismo da Ordem do Templo Solar ficou perigoso em outubro de 1994, quando eles assassinaram um bebê de apenas 3 meses, por acreditarem que se tratavam do Anticristo. Após o evento, o grupo assassinou muitos outros membros pela Europa, além de convencerem a si mesmos a se matarem.

Os membros mortos foram encontrados na Suíça, formando uma espécie de círculo cerimonial. Todos estavam vestidos com um roupa roxa e ao todo, 45 pessoas foram morreram pelos ideais da seita.

6 – Portões do Paraíso
Marshall Applewhite era um professor de música que acreditava ser a reencarnação de Jesus Cristo. Ele fundou a seita Heaven’s Gate (Portões do Paraíso) junto a uma enfermeira chamada Bonnie Lu. A seita pregava a imortalidade andrógina e o ideal da castidade.

Segundo matéria publicada pelo O Globo, Marshall era gay e rejeitava sua homossexualidade. Inclusive ele tinha sido castrado, e outros 15 membros da seita fizeram o mesmo em sinal de solidariedade.

Em 1997, o líder da seita deixou uma mensagem gravada em vídeo informando que ele e outros 38 membros da seita fariam uma viagem para uma nave espacial que ficava próxima ao cometa Hale-Bopp. Quando a fita chegou às mãos de um ex-integrante da Haven’s Gate já era tarde demais.

No dia 26 de março, a polícia invadiu a mansão da seita em San Diego, Califórnia. Todos estavam mortos por terem ingerido uma mistura de álcool com barbitúrico fenobarbital.

7 – O Templo Popular
Jim Jones fundou uma comunidade conhecida como “O Templo Popular”, uma seita pentecostal cristã que se guiava por ideias de cunho socialista.

Fugindo da mídia em 1960, Jones e seus seguidores fieis, mais de 900 pessoas, se mudaram para a Guiana onde instalaram a comunidade de Jonestown (Cidade de Jones), onde poderiam viver com mais liberdade segundo as ideias esquerdistas de seu líder e praticar as curas milagrosas que Jones dizia ser capaz de oferecer às pessoas.

Eles acreditavam que Jonestown era um paraíso escondido dos americanos. Até que em 1978 um deputado federal chamado Leo Ryan, viajou para o local e tentou negociar a saída de alguns integrantes. O deputado foi assassinado com tiros junto a outras quatro pessoas.

Logo em seguida, Jones ordenou que todos se suicidassem tomando um ponche de frutas misturado com veneno. Ao todo 918 pessoas morreram, incluindo várias crianças.
Gostou de saber um pouco mais sobre esses cultos? Então não esqueça de deixar o seu comentário e aproveite para citar outras seitas insanas e aumentar ainda mais a nossa lista.

AUTOR (ES): The Talko, BBC, Terra, O Globo, Folha de São Paulo
IMAGENS: Complex, The Talko, Minilua, Museu de Imagens, Patheos, Proibido ler, Hazdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!