VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

sábado, 29 de abril de 2017

QUANTO TEMPO O SER HUMANO VIVERIA SE TODAS AS DOENÇAS TIVESSEM CURA?

Você já parou para pensar como as pessoas viveriam se todas as doenças do mundo tivessem cura? Imagine por quanto tempo o ser humano sobreviveria se as pessoas que tivessem quaisquer problemas de saúde fossem curadas? O cálculo foi feito por um site de estatísticas políticas e esportivas e a resposta é surpreendente.

De acordo com o site Polstats.com, se existisse a cura para todas as doenças o ser humano viveria em média 8.938 anos. Se de fato isso acontecesse as pessoas que nasceram durante o período neolítico, última divisão da Idade da Pedra, hoje ainda estariam vivas.

A pesquisa foi feita com base nas principais mortes das pessoas nos últimos anos.
Porém, a afirmação feita pelo site não pode ser considerada científica, mas a professora de epidemiologia da Escola de Saúde Pública da Universidade de Columbia(NY – EUA), Katherine Keyes, confirmou que a técnica utilizada para calcular a incidência de tipos de morte em uma população com base na probabilidade estatística de acidentes é boa, mesmo que a lista de causas esteja incompleta.

A pesquisadora conta ainda que atualmente a preocupação está centralizada na forma como a esperança de vida média mudaria se apenas uma causa de morte pudesse ser reduzida.

Segundo ela, no Estados Unidos as armas de fogos são os instrumentos mais utilizados para provocar a morte de alguém. Além disso, ao invés de imaginar uma expectativa de vida drasticamente aumentada, Keyes afirma que atualmente os trabalhos têm sido concentrados para entender o motivo de certos grupos de pessoas terem resultados piores do que outros.

“As análises mais recentes disponíveis indicam que, pela primeira vez, observa-se um declínio da expectativa de vida de alguns grupos demográficos, especialmente aqueles que estão no extremo inferior da escala socioeconômica. Há uma disparidade cada vez maior entre os que têm e os que não têm”, disse.

Deixe a sua opinião sobre o assunto abaixo nos comentários. Não esqueça de compartilhar com seus amigos.

AUTOR: Mother board
IMAGEM Mother Board, Onda Sul de Rondônia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

VEJA TAMBÉM Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!