VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

sábado, 8 de novembro de 2014

A LENDÁRIA ORDEM DOS MONGES SHAOLIN

Assim como os ninjas e os samurais, os shaolins são guerreiros lendários. Seus treinamentos e a disciplina são incríveis, assim como sua grandiosa história:
A ORIGEM
Apesar de ser uma ordem reconhecidamente chinesa, os shaolins devem toda sua história a um indiano, chamado Buddhabhadra. Ainda no século V, o templo Shaolin foi construído pelo imperador chinês. Naquela época, os primeiros monges seguiam uma lei chamada Xiao Cheng, que era tão complexa e difícil, que nem mesmo os melhores monges conseguiam segui-la corretamente. Cada homem precisava obedecer 250 leis e as mulheres tinham 500. Isso fez com que a ordem sempre tivesse o tamanho bem reduzido.

Foi somente depois que um novo mestre indiano chegou a China, que o budismo praticado pelos monges mudou e passou a seguir o caminho conhecido como Chan. Nele, apesar das regras e dificuldades ainda serem grandes para uma pessoa normal, não são tão impossíveis para os monges.

Apesar de ser famosa pela capacidade de batalha de seus discípulos, a ordem dos shaolins não praticou nenhum tipo de arte marcial durante muito tempo. A chegada de Bodhidharma foi o que desencadeou os primeiros passos do que viria a ser o kung fu, muitos anos depois. A ideia desse mestre era fazer com que os monges se movimentassem mais, pois a rotina de meditação constante fazia com que o corpo acabasse ficando debilitado.
PRIMEIROS GOLPES
Ainda antes de dominarem a arte da luta, os Shaolins tiveram sua primeira grande queda, devido a movimentações políticas dentro da China. Somente em 1300, os monges começaram a praticar um tipo de luta que envolvia o bastão. Em poucos anos, eles eram tão bons nisso, que seus serviços foram requisitados pelo governo da China, que vinha sendo atacado por piratas japoneses.

Como os soldados normais chineses não conseguiam deter os invasores, os monges foram convocados a luta. Porém o líder escolhido, o monge Shaolin Tianyuan, foi questionado pelos líderes de outros monastérios e uma das batalhas mais lendárias de todos os tempos ocorreu para decidir quem seria o general dos monges chineses.

Lutando com as mãos limpas contra outros oito mestres, Tianyuan foi capaz de se defender, sem ser acertado por nenhum golpe. Com os inimigos embrabecidos, todos pegaram em espadas para derrotar o grande monge, mas ele escolheu um bastão de ferro e derrotou os oito inimigos que o atacavam, sem ser ferido. A questão sobre a liderança foi sanada e a união dos monges entrou na batalha pela China.
PIRATAS JAPONESES
Como a China possuía uma grande reserva de metais, diversos bandidos se uniram para atacar e roubar esses materiais, que eram facilmente vendidos no Japão. Existem relatos de piratas dos mais diversos países e até mesmo europeus fazendo parte desses saques.

A primeira batalha entre monges e piratas não foi bem relatada, mas a segunda entrou para história. Nela, algo em torno de 120 monges enfrentaram, frente a frente, uma quantidade similar de piratas e todos os invasores foram mortos, enquanto apenas 4 monges sucumbiram durante a luta.

Os monges, apesar de serem pacifistas, lutaram com tudo que tinham e não era incomum que matassem seus inimigos a sangue frio. Até mesmo as mulheres de alguns piratas eram assassinadas, para que nada sobrasse dos invasores.

A QUEDA
Poucos anos depois de terem salvo a economia do país, os monges Shaolins passaram de heróis a perseguidos. Como a China vivia no meio de constantes brigas políticas internas, era muito normal que uma dinastia caísse e outra assumisse o poder logo em seguida. Por isso, menos de um século após a batalha contra os piratas, os Shaolins foram exterminados pelo novo governo, que deve ter feito tal movimento com medo de uma possível aliança entre os monges e rebeldes, como já havia ocorrido no passado.
Todas essas dificuldades e disputas de poder, fizeram com que os Shaolins cada vez mais se dedicassem as artes marciais, tanto para autoconhecimento do corpo, como para se defenderem do mundo hostil. Por volta do século XIX, eles eram os mais poderosos monges do mundo e poucos tinham condições de enfrentá-los.
ASCENSÃO
Tendo o apoio de um novo Imperador, os Shaolins retomaram os templos e sua cultura antiga. Onde a meditação e a luta eram os caminhos para encontrar o perfeito equilíbrio entre a força e a sabedoria.

Hoje em dia, os templos budistas destes monges são pontos turísticos e eles são reconhecidamente a ordem guerreira mais famosa do mundo. Seus treinamentos são incrivelmente difíceis e poucos conseguem chegar ao posto de monge guerreiro, apesar de muitos que vivem nos monastérios serem monges, nem todos possuem as habilidades sobre-humanas de luta

Os que conseguem passar por todo o treinamento, normalmente começam seu caminho ainda com 7 anos de idade e passam a vida fazendo apenas duas coisas: aprendendo o kung fu Shaolin e meditando.


AUTOR: MINILUA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

VEJA TAMBÉM Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!