VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

sábado, 7 de fevereiro de 2015

ENCONTRADO FÓSSIL DE ESPÉCIE HUMANA DESCONHECIDA

Um antigo fóssil humano descoberto no fundo do mar, perto de Taiwan, revela a existência de um grupo primitivo dos seres humanos, potencialmente uma espécie desconhecida, que viveu na Ásia, apontam pesquisadores. 

O achado sugere que várias linhagens de humanos extintos podem ter coexistido na Ásia antes da chegada dos humanos modernos na região, há 40.000 anos. O estudo completo foi publicado esta semana na revista Nature Communications.

A descoberta é a primeira do tipo realizada em Taiwan. No caso, trata-se do lado direito, quase completo, de uma mandíbula inferior com dentes de aparência primitiva. O fóssil apareceu em uma rede de pesca (encontrado entre 60 e 120 metros) abaixo da superfície do Canal de Penghu, localizado em torno de 25 quilômetros da costa ocidental de Taiwan.

Um pescador desconhecido vendeu o fóssil, agora apelidado de Penghu 1, a uma loja de antiguidades local. Um colecionador, posteriormente, levou o fóssil para uma análise no Museu Nacional de Ciências Naturais de Taiwan e, ali, seu verdadeiro valor científico foi revelado.
A análise indica que Penghu 1 viveu, provavelmente, há 10 mil e 190 mil anos. A mandíbula e os dentes parecem ser muito primitivos para esta idade, de acordo com pesquisadores. Durante o Pleistoceno, entre 2,6 milhões de anos e 11.700 anos atrás, os humanos geralmente evoluíram para mandíbulas e dentes menores, mas este fóssil de Taiwan parece maior e mais robusto do que mais velhos fósseis de Homo erectus de Java e do norte da China.

Os pesquisadores disseram que Penghu 1 se assemelha a um fóssil de 400 mil anos de idade, a partir de Hexian, no sul da China, localizado a 950 quilômetros ao norte do Canal de Penghu. Os cientistas sugerem que esses fósseis, em conjunto, representam um grupo distinto de humanos arcaicos, embora os pesquisadores lembrem que ainda não têm provas suficientes para dizer se é uma nova espécie ou não.

As novas descobertas sugerem havia vários grupos diferentes de humanos arcaicos que viviam ao mesmo tempo na Ásia, alguns um pouco mais primitivos do que outros.

Apesar de o Homo sapiens ser o único sobrevivente do grupo de seres humanos modernos, outras linhagens também já andaram pela Terra. Entre as espécies antigas encontradas na Ásia estão os Neandertais, os parentes extintos mais próximos dos humanos modernos; Denisovans, cujo legado genético pode estender-se da Sibéria às ilhas do Pacífico da Oceania; Homo erectus, os ancestrais mais prováveis dos humanos modernos; e o Homo floresiensis, que viveu na Indonésia.

Estes todos são chamados hominídeos – o grupo de espécies de seres humanos e todos os seus parentes após a separação da linhagem dos chimpanzés.

AUTOR e imagens: Nature Communications e Live Science

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

VEJA TAMBÉM Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!