VISITAS!

CURTA O MUNDO REAL 21 NO FACEBOOK

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!

AQUI VOCÊ ENCONTRA SEMPRE AS MELHORES OFERTAS!
NO ARMAZÉM PARAÍBA DE TIANGUÁ!

MUNDO REAL 21 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET

O SEU MELHOR PROVEDOR DE INTERNET
REDENET TIANGUÁ - (88)3671-1144/9-9739-8777/9-9428-2616

sábado, 11 de julho de 2015

CONHEÇA A MALDIÇÃO DA CAIXA DIBBUK!

"Os poderes e manifestações do mundo sobrenatural existem desde épocas muito antigas, tão antigas quanto a humanidade.

Desde esses tempos, existem relatos e manuscritos descrevendo instruções sobre rituais cabalísticos para evocar poderes das trevas, bem como para libertar e aprisionar entidades de outros mundos que por ventura passem para o "nosso lado" mas que suas visitas não foram desejadas e nem tão pouco requisitadas. Um desses rituais consiste em "aprisionar" esses espíritos intrusos em recipientes, e em seguida guardá-los em locais inacessíveis, garantindo assim que nunca mais voltem à se manifestar.

Em nossa época, um desses espíritos malígnos foi preso em uma misteriosa caixa. 

Seu nome? Caixa Dibbuk!"

Os fatos a seguir são sobre essa misteriosa e fatal "Caixa"!

A "Caixa Dybbuk" é uma caixa de vinho antiga, a qual, devido aos fatos ocorridos e investigações realizadas, contém em seu interior um "Dibbuk".

No folclore judeu, um "Dibbuk" é um espírito humano que, devido aos seus pecados pregressos, vagueia incansavelmente até que encontre refúgio no corpo de uma pessoa viva.

A "Caixa Dibbuk" ganhou notoriedade quando foi leiloada no eBay acompanhada com uma história de horror contada por Kevin Mannis, seu primeiro comprador, e foi a inspiração original para o filme "Possessão (The Possession - 2012)".
A Caixa "Dibbuk"

Fatos:

Primeiro Comprador: Kevin Mannis:

Kevin Mannis, proprietário de uma pequena loja de venda de móveis restaurados, em busca de produtos para vender, em um determinado dia parou em uma "venda de garagem", e comprou alguns móveis, e entre eles estava uma caixa de vinho (que ele diz ser menor que um engradado de cerveja e com duas portas na frente, decoradas com cachos de uvas).

No momento em que ia embora, a neta do Sr. Havela, o qual estava vendendo os móveis no local, informou que a caixa de vinho pertencia a sua avó e que ela continha um "Dibbuk", e que nunca deveria ser aberta, que era desejo dela e ela queria que as pessoas o respeitassem.

O Sr. Mannis percebendo que a moça tinha uma grande ligação sentimental com a caixa, tentou devolver, informando que era melhor ela ficar com a caixa, mas a moça ficou furiosa e disse: "Você a comprou, agora leve!", e foi embora.

Mannis pegou tudo e levou para sua a loja.
Kevin Mannis, o primeiro comprador e consequente, primeira "vítima" da "Caixa Dibbuk"

No outro dia, Mannis viajou para resolver algumas coisas enquanto sua funcionária, Jane Howerton, chegou para trabalhar.

Ela desceu até o subsolo, onde ficavam vários objetos e escutou um objeto de vidro quebrar.

As lâmpadas começaram a falhar e um fedor tomou conta do local e ao mesmo tempo objetos muito pesados foram derrubados.

Ela assustada, correu para o andar superior e ligou para Mannis relatando o que estava ocorrendo.

Quando atendeu o telefone, Mannis, ao invés de ouvir a voz da funcionária, escutou uma voz proferindo palavrões.

Quando chegou a loja, a funcionária estava escondida atrás do balcão muito abalada e assustada.
Ela nunca mais voltou para o serviço e fez uma viagem para Seattle de tanto medo que ficou!
Mannis ficou assustado, mas não relacionou o ocorrido com a caixa, e como estava aproximando o aniversário de sua mãe, resolveu restaurá-la e dar de presente para ela.

O que havia dentro da Caixa?

- Uma moeda americana de 1 centavo (Penny) de 1928;
- Uma moeda americana de 1 centavo (Penny) de 1925;
- Um castiçal de ferro fundido com pernas de polvo.;
- Um copo de vinho de ouro;
- Uma estátua de granito com letras hebraicas gravadas em dourado;
- Uma pequena mecha de cabelo loiro (amarrado com corda);
- Uma pequena mecha de cabelo preto/marrom (preso com corda);
- Um botão de rosa seco.
A "Caixa Dibbuk", fechada e aberta, mostrando seus detalhes

Quando Mannis deu a caixa de vinho para sua mãe, Ida Mannis, depois de 10 minutos ela sofreu um derrame.

Ela ficou com metade do corpo paralisado e durante muito tempo não falava.
Ela disse para Mannis, apontando as letras com o dedo, que não gostou do presente.
Ele deu a caixa então para seu irmão que a devolveu dizendo que ela exalava um cheiro muito ruim.
Sem saber o que fazer, levou a caixa de volta para casa.
Detalhes da inscrição em "Hebraico" existente na parte de trás da "Caixa Debbuk"


Algum tempo depois sua família se reuniu em sua casa para passar o final de semana, mas incrivelmente todos tiveram um sonho estranho com um bruxa horrível que os esbofeteavam.
Mannis acordou até com marcas pelo corpo.

Sem saber o que fazer e cansado, ele resolve leiloá-la no Ebay.

Então ele descreveu a história completa do que havia passado desde que a comprou, já alertando o comprador sobre o que ele levaria para casa, e pode ser visualizado na própria página do ebay: "Dibbuk Haunted Jewish Wine Cabinet Box".
A Sra. Ida Mannis, mãe de Kevin Mannis, a qual ganhou a "Caixa Dibbuk" como presente do seu filho, sendo portanto sua "segunda vítima"


Segundo Comprador: Usuário (losif) Nietzke:
Anúncio do site "ebay", pelo qual Nietzke adquirilu a "Caixa Dibbuk através do leilão por U$ 140,00

O vencedor do anúncio no eBay foi um usuário chamado Nietzke (Iosif), que a arrematou por U$140,00. 

Nietzke era um estudante universitário da cidade de Kirksville, no estado americano do Missouri, e morava com outros rapazes.

As experiências ruins começaram depois que ele abriu a caixa em uma festa para impressionar as garotas.

Nietzke começou a relatar as experiências em seu blog pessoal.
Segundo ele disse, as experiências incluem odores estranhos na sua casa, uma infestação de insetos, mau funcionamento de aparelhos eletrônicos e problemas em sua visão periférica.

Com medo, Nietzke resolveu leiloar novamente a caixa pelo eBay.

Terceiro Comprador: Jason Haxton:

Jason Haxton, Diretor do Museu de Medicina Osteopática em Kirksville, Missouri, EUA [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude =40°11'37.00"N, 92°34'60.00"W], tinha ouvido falar desta caixa através de um estudante, que era companheiro de quarto de Nietzke.

Ele acompanhava o que Nietzake postava em seu blog pessoal sobre os acontecimentos estranhos que aconteciam quando estava com a caixa.

Assim que soube do leilão, Jason arrematou a caixa por U$ 280,00 e ficou muito feliz.
Ele queria fazer uma analise detalhada dela e descobrir o que ocorria.

No dia seguinte ao recebê-la no seu escritório, Haxton relata: "Eu acordei com o olho direito parecendo que tinha sido picado por alguma coisa."

Outras coisas esquisitas relatadas foram fadiga, um gosto metálico na boca, congestão nasal e tosse constante.
Ao redor da casa, Haxton diz que ocasionalmente sentia o cheiro de urina de gato e de flores.

Não sabendo mais o que fazer, pois sua família estava sendo afetada, Jason então pesquisou e encontrou o post no eBay de Kevin Mannis e entrou em contato com ele, querendo saber a verdade, e pediu para ele ir até a casa onde comprou e ver se descobria alguma coisa.
Jason Haxtson analisando as peças contidas dentro da "Caixa Dibbuk"

Então Jason foi até a casa onde a caixa foi comprada pela primeira vez, e a história que foi contada pela Sr. Havela é a seguinte:

"Polônia, 1938. Os judeus era perseguidos e mortos ao montes pelas ruas das cidades do país.
Então, algumas mulheres decidiram fazer um ritual na tentativa de descobrir que pudesse ser feito para ajudá-las, e então fizeram uma espécie de Tábua Ouija e com um pêndulo conversaram com um espírito que se manifestou.

Depois de várias sessões, o espírito então pediu para que ela o trouxessem do mundo das trevas até o nosso mundo.

As garotas aceitaram, mas logo perceberam que ele era um espírito maligno e tentaram aprisioná-lo em um objeto, mas falharam na tentativa.

Esse dia foi 10 de novembro de 1938, dia do "Kristallnacht" ou "Noite dos Cristais Quebrados", onde mais de 1000 sinagogas em diversos locais da Alemanha e da Áustria foram destruídas e milhares de judeus enviados para campos de concentração.

Após a guerra, uma das participantes da sessão fez um ritual e finalmente conseguiram aprisionar a entidade em uma caixa de vinho.

Quando a proprietária da caixa de vinho onde o espírito foi aprisionado imigrou para os Estados Unidos, a caixa de vinho, junto com um baú e uma caixa de costura foram enviados com ela para sua nova moradia.

Já nos Estados Unidos ela disse para sua neta que a caixa continha um "Dibbuk" e que nunca deveria ser aberta, jamais.

A Sr. Havela guardava a caixa dentro de seu cômodo de costura, sempre a vigiando.
Além disso, ela dizia para a neta que era para enterrar a caixa junto com ela.

Com 103 anos, a Sr. Havela morreu e seu desejo de ter a caixa enterrada com ela não foi realizada, pois isso contrário às regras de um enterro judeu ortodoxo.

Sua neta decidiu fazer uma venda de garagem para se desfazer das coisas de sua avó, e então a caixa de vinho foi junto com o lote que Kevin Mannis comprou.

Sabendo da terrível história por trás da caixa, Jason Haxton inicia uma pesquisa para tentar descobrir qual entidade está presa na caixa, e ele acredita ser Harry Hamilton Laughlin, lider do movimento Eugênico, que serviu de base para Hitler iniciar o Holocausto.

Com a ajuda de Rebecca Edery, uma livreira judaica ortodoxa que vive no Brooklyn e cujo pai estudou cabala, eles foram capazes de descobrir a finalidade da caixa e segundo ela "para pôr fim aos infortúnios, a caixa precisa de um enterro formal, envolvendo um minimo de 10 homens, ou um grupo de oração."

Tudo só melhorou quando Haxton fez um ritual "wiccano" de exorcismo em outubro de 2004 e guardou o baú numa arca de acácia folheada de ouro.
A Caixa Dibbuk dentro de um Baú de Acácia folheado a Ouro.

A Única maneira de aprisionar o espírito maligno que está dentro dela, e de devolver a paz para Jason Haxton e sua família

Jason Haxton fez uma réplica da caixa original, que é a exibida em programas de televisão, e escondeu a original em local secreto, longe de todos.

Ele precisou mudar o número do seu telefone devido às infinitas ligações de diversas pessoas que ligavam querendo saber da caixa, e fez um site - The Dibbuk Box - que tem resposta para muitas das perguntas mais frequente.

Quem quiser saber tudo nos mínimos detalhes, toda a história, pode comprar o livro escrito por ele, chamado "The Dibbuk Box", por U$ 19.95 a versão impressa e U$ 9.95 a digital.
Em 2013, Jason reforçou que a caixa está com ele e não no museu dos Warren, como alguns falam aqui no Brasil.
Capa do Livro "The Dibbuk Box"

O Filme "Possessão":

Baseado nos acontecimentos ocorridos com a "Caixa Dibbuk", foi criado em 2012 o filme "The Possession" (Possessão).
Capa do Filme "Possessão"


Sinopse:
Uma jovem compra uma caixa antiga em uma venda de quintal, sem saber que dentro estava contido um antigo espírito maligno.

Em conjunto, o pai da menina com sua ex-mulher se unem para encontrar uma maneira de acabar com a maldição sobre sua filha.

***POSSESSÃO - TRAILER OFICIAL***

AUTOR: alemdaimaginacao.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IMPORTANTE

Todos os comentários postados neste Blog passam por moderação. Por este critério, os comentários podem ser liberados, bloqueados ou excluídos. O MUNDO REAL 21 descartará automaticamente os textos recebidos que contenham ataques pessoais, difamação, calúnia, ameaça, discriminação e demais crimes previstos em lei. GUGU

VEJA TAMBÉM Plugin for WordPress, Blogger...

ME SIGA NO TWITTER!